terça-feira, janeiro 31, 2017

Don Juan de Marco


Alguma vez já amou uma mulher até o leite jorrar de dentro dela,
como se tivesse acabado de dar à luz ao amor,
sendo obrigado a amamentá-la ou explodir?

Já amou uma mulher tão completamente que o som de sua voz no seu ouvido
faz o corpo dela tremer e explodir com um prazer tão intenso
que só lágrimas a libertarão?"

  — A primeira mulher que amei plenamente, com toda a força do meu corpo e
a alegria de meu coração, revelou-me os risonhos segredos do universo.
Aprendi com ela as respostas para as únicas quatro perguntas que merecem ser formuladas:
- O que é sagrado?
- De que substância é feito o espírito?
 - Pelo que vale a pena viver?
- E pelo que, tudo dito e feito, vale a pena morrer? ‘

– A resposta a todas essas questões é a mesma.
A resposta, é o Amor. Apenas o Amor.

(don juan de marco)

domingo, janeiro 29, 2017

Musa de Domingo - Malgosia Bela









Malgosia Bela By Mikael Jansson For Lui Magazine

O tipo da foto não se sabe o nome, pouco interessa. Se quiseres telefona-me, Malgosia. Já te estou a ouvir, call me dizes tu. Não precisas de insistir. Eu vou.

The Quiet Front

A voz é da Sannie Fox, fucking amazing voice.
Experimentem ouvir.
Call. Amazing!

sexta-feira, janeiro 27, 2017

o ano de 2017 vai ser uma fonte de surpresas...

..de regresso à política, vou ter que falar no filho da puta do Trump. 
de vez em quando, aparece um energúmeno como este para dar-nos volta à moleirinha. 
a tortura volta a ser coisa do mal o menos, o tipo perguntou aos tipos da CIA se a tortura resulta, responderam sim resulta, os filhos duma grande porca que é a CIA (Caralhos Incompetentes Anónimos) iriam dizer o quê? baseado na informação dada pelos caralhos incompetentes, a trampa do Trump, vai fazer lei da tortura, tortura do afogamento, coisa pouca  e sem importância de maior, baseada naquilo que os americanos fizeram em Guantanamo , no tempo do outro cabrão chamado Bush.
...quase vomito ao ter de escrever o nome destas pichas mortas com letra grande. 
Fodasse!
nem falo no caso do muro, lembra-me o de Berlim, nem na lei de proibir a entrada na United States of America de refugiados e ainda espalhar a notícia de cortar no apoio às questões climatéricas.
 segundo Trump o actual acordo vale menos que nada, basicamente, o aquecimento global é um mito. 

a America, american style, o sonho americano, é como uma mulher sem clítoris, não goza nada, a maioria dos americanos são tão ignorantes como o Portugal profundo, autênticos atrasados mentais, nunca teriam votado neste  louco muito semelhante ao Hitler. 
assim é que deve ser, nós, americanos estamos acima de todo o mundo. lixem-se todos os outros, este é que é o nosso presidente, o verdadeiro nerd, o ideal humanoide aqui dos verdadeiros patriotas,  defendemos a nossa família e a mais não somos obrigados. 
os gajos anormais, tipo esquizofrénicos delatores, já se estão a ver aos tiros ao vizinho que até nasceu no Canadá (não tinha nada que sair de lá) e veja como é parvo , viver mesmo aqui ao lado, dizendo mal do amado presidente de todos nós. talvez não fosse má ideia, restaurarmos devidamente a Klu Klux Klan (ora vê como é parva a Klu nunca acabou)


um bom negócio, até já estou a pensar naquelas vestimentas todas brancas com o design futurista, nós os da ideia ganhávamos com o negócio e a seita teria um novo nome, novo fardamento e de braço estendido e cânticos adequados, seriam os nossos filhos os primeiros a seguir o exemplo do antigamente, ou seja lá vamos nós para o nazismo americano...e como isto tá tudo ligado.

e passemos ao tema seguinte: a ameaça para 2017 de uma autêntica invasão de hackers da 6ª geração, daqueles que vão descobrir tudo mas mesmo tudo sobre absolutamente tudo. mas mesmo tudo e quando falo em TUDO é tudo mesmo.
O mundo vai ser deles, ao que dizem, desses hackers anónimos.  
os ataques terroristas vão passar à história e os hackers irão ter um papel fundamental na destruição do caos, sendo que a nossa vida privada, já tão denunciada pelo Google, ou Facebook e outras redes e toda a tecnologia de ponta, vai ficar absoleta.
os hackers, tipo Mr Robot, vão ser os donos disto tudo,sendo que a Internet deixa de ser o Guru, passando a estar em desuso. 
contas bancárias passam a não ser de confiança, visto as instituições bancárias estarem debaixo de fogo desses cidadãos anónimos, bem com offshores , corrupção e  tráfico de informação, entre outros.
São os heróis da ERA Moderna.
o mundo tal como o conhecemos vai deixar de existir.
os hackers da China, os grandes protagonistas da fase que se segue.
se não acreditam, esperem até ver. 
eles sabem tudo, esqueçam segredos, se tem um amante desiluda-se, não vai ser segredo. o caso, por exemplo da Melania do Trump, além de ser sintética, pertence à nova tecnologia robótica, topa-se pela postura. 
A Melania, apenas uma robot de 3ª geração.
Cala-te ou comes, diz o Trumpa. 



a Melania anda carregada de Vicodin e Xanax, a picha mole da trumpa do Trump não dá uma foda em condições, o tipo vê-se na contingência de apalpar as mamas e os cus às rameiras do bairro social das conas mortas (BSCM)
mas, segundo o nosso informador particular, um hacker acima de qualquer suspeita, o Trump tá feito
vai ser o maior escândalo na história americana e o reinado Trump não vai durar. há até quem preveja o fim com mais um tiro certeiro, género Lincoln, no teatro ou qualquer coisa semelhante, a menos que o amigo russo volte à amizade com o amigo americano, o que nos parece altamente improvável.
qualquer deles tem o botão e o comando na mão e isto não é um vídeo jogo.

quinta-feira, janeiro 26, 2017

Mais uma aterragem in extremis

Mais uma aterragem in extremis. Se fossemos pássaros tínhamos asas e não precisávamos de combustível para voar. Está-se à beira do precipício.

a modelo chama-se Maryna Linchuk, propriedade de Victoria's Secret, a marca de roupa interior de senhora, chamada de lingerie erótica sexy e em que os senhores e senhoras famosos ou ricos que não olham a despesas, pagam pipas de massa para assistir aos desfiles. o fotógrafo é Vincent Peters. 
e depois dos desfiles?







RULES & ETIQUETTE

At Passion Elite Parties, we don’t bog people down with hundreds of rules to follow, we just ask guests to follow a few ground-rules and respect each other to ensure everyone has a good time.
We ask all our guest to dress formally to our events, we also ask members to have good personal and sexual hygiene awareness. We ask that all members bathe before coming to events.
All guests should ask the consent of any other party member before engaging in any activities that are carried out.
All sexual activates will take place in the rooms provided and not anywhere else within the premises.
No smoking is permitted in the venue but guests can smoke outside.
No mobile phones or recording devices will be allowed in to the events. All guest are required to either hand in their mobile phones at the door or leave devises at home or in their vehicle.
All guests are required to practise safe sex and use protection that will be provided at the venue.
We ask that all our guests are courteous and friendly to other guests and staff.

quarta-feira, janeiro 25, 2017

terça-feira, janeiro 24, 2017

I Want You, But I Want You To Want Me Too




Estou sentado na borda da banheira, olho para a rapariga nua e magra,
quero ver os teus olhos, digo eu, não diz ela, enquanto desliza pela parede.
Atira-me água, desce  e desce mais.  As pernas abraçam-me a cintura. A água sai para fora da banheira. Pára, digo eu.
Viro-a para mim, molho as mãos e acaricio-lhe as costas. 
Diz agora já não me apetece tomar mais banho. 
Mais um bocadinho, digo eu. 
Debatemo-nos dentro da banheira. 
O rosto dela está molhado. O cabelo também, colado à cara. 
Pego-lhe num braço e puxo-a para fora da banheira. Nua, em frente a mim.
Eu nu, frente a ela.

Olho para ela, ela não gosta. Ouve a melodia, diz-me. 
Que melodia, que tipo de jogo é o teu? 
Não ouves a melodia, vem do radio aí ao teu lado. 
Quem é que está a cantar? 
Acho que é a  Diane Reeves, I Want You. 
Não oiço nada, digo. 
Encosto-a contra a parede da casa de banho, isso, diz ela, 
e fica com a cara contra a parede,quero ver os teus olhos, 
não diz ela, agora não. A parede não tem olhos, digo-lhe.

Com uma mão, prendo-a  pelo pescoço. 
Empurro-lhe o corpo até não se poder mexer. 
Grito-lhe ouve agora  a melodia. Ela debate-se . 
Trauteio a melodia baixinho, tão baixo que mais 
ninguém pode ouvi-la senão ela.
A cabeça dela bate contra a parede quando eu entro nela.
Queres que pare? Queres que eu pare?
E não paramos

segunda-feira, janeiro 23, 2017

quinta-feira, janeiro 19, 2017





eu não sabia quanto era pervertida até te conhecer e tu me ensinares todas as maneiras de me fazeres vir

I did not know how perverted I was until met you and you taught me all the ways to make me come




Welcome to the Pleasuredome




In Xanadu did Kubla Khan
A stately pleasure-dome decree:
Where Alph, the sacred river, ran
Through caverns measureless to man
Down to a sunless sea.
So twice five miles of fertile ground
With walls and towers were girdled ground
And there were gardens bright with sinuous rills,
Where blossomed many an incense-bearing tree;
And here were forests ancient as the hills,
Enfolding sunny spots of greenery



But oh! that deep romantic chasm which slanted
Down the green hill athwart a cedarn cover!
A savage place! as holy and enchanted
As e'er beneath a waning moon was haunted
By woman wailing for her demon-lover!
And from this chasm, with ceaseless turmoil seething
As if this earth in fast thick pants were breathing.




A mighty fountain momently was forced
And whose swift half-intermitted burst
Huge fragments vaulted like rebounding hail,
Or chaffy grain beneath the thresher's flail:
And 'mid these dancing rocks at once and ever
It flung up momently the sacred river.
Five miles meandering with a mazy motion
Through wood and dale the sacred river ran,
Then reached the caverns measureless to man

Samuel Taylor Coleridge "Kubla Khan"


foto Efthymiou Vangelis

listen baby...

Oleg Kosirev

listen, baby
sei que tens de partir...assim como penso que deves
não por mim. mas por ti e pelos outros com quem vives.
que te merecem respeito e que eu sei que amas
If you need me, call me...disseste, disseste?

não quero a tua amizade para coisíssima nenhuma...
nem fados de choradinho...vai.
No matter where you are
No matter how far
Just call my name
. disseste, disseste...?
vê-se que não me conheces...
jamais te procurarei novamente. nem chamarei por ti
não preciso da tua amizade...para coisíssima nenhuma.
amigos já os tenho, sempre os mesmos.
sou fiel nas amizades, como em tudo o resto,sabes?

You don't have to worry
I'll be fine...ficam as recordações do amor.
do amor que fizemos, da tua boca na minha.da pele.
fica a tua t-shirt vermelha, que por puro esquecimento...
meu e teu ficou na máquina de lavar, juntamente com.
a minha roupa. com. dormiu comigo hoje, a tua t-shirt
vermelha. não choro, não penses que choro...
os homens não choram...'Cause baby,não me dei
por vencida - disseste- Ain't no river wide enough, baby
Ain't no valley low - disseste- disseste???

mandaste a fotografia. a que tiraste na praia.
para quê? apetece-me rasgá-la. cortá-la aos bocadinhos
atirar-tos todos à cara. dizer-te podes dormir descansada
EU fui o culpado de tudo...não devia ter. não devia ter-te
dito que te amava. porra! escolho sempre mal os amores, sempre?
sempre mal...sabias? afinal que sabes tu da minha vida?
interessou-te saber. conheceres-me...ou interessou-te a boa foda?. isto
em linguagem nua e crua. pergunto-te?
vais fazer com ele. o mesmo. que. fizeste comigo. ponto final.
Ain't no valley low enoughAin't no river wide enough
To keep me from getting to you -disseste...disseste?

mentiste. quem mente perde. e, se calhar, perdeste-me
para sempre. qual dos dois fica a perder. pergunto?
qual dos dois? o teu silêncio responde-me...
responde-me...para onde foi o amor?
o amor está aqui, sempre que queiras juntamente com.
ponto. com a tua t-shirt lilás, perdão, a tua t-shirt vermelha.
vermelha como a tua boca sem pintura. como o teu coração
que me entregaste, há tempo, há tempos, disseste?
disseste para não me ir embora. juras que não me vou arrepender?
já sei, não juras nada, ensinaste-me. não volto a dizer...
não volto a fazer. não volto a duvidar. prometes? prometo, disseste.
então eu fico..eu fico mais uma vez contigo! contigo...para
que saibas. que não me importo. que não tenho orgulho, que..que
não sou nenhum fedelho, nenhum puto, como os teus amigos e tu,
sim e tu...dizes. lembras-te? foi só há quatro dias, disseste
disseste o meu nome, saiu-te...disseste o meu nome,
e ninguém diz o nome de uma pessoa assim, como se atirasse
com uma bola a um qualquer miúdo da rua...

disseste: escusas de olhar para mim. desprezo-te!

there ain't no mountain high enough,
ain't no valley low enough,
ain't no river wide enough,
to keep me from getting to you babe


quarta-feira, janeiro 18, 2017

No fio da navalha







Foi há anos que te tomei.
Fiz de ti minha. Minha. Sem volta, irremediável, 
sem pudor. Tomei-te. Fugiste. Voltaste.
this address is used,  não tiveste medo amaste-me.
To authenticate your account  you should...
Persegui-te. Fugiste. Mentiste. Voltaste. Menti.  
Odiei-te. Amei-te. Fugi. Voltei. Perseguiste-me.
És de ferro, perguntei-te. És de carne, sangue,
músculos, corpo, ventre, seios, mãos, pernas
lábios, sexo, veias, sentidos. Learn more, disse-te. 
Leave this field blank, disse-te
Tramei-te e tu apaixonas-te por mim.
Ouvi-te dizer: - só descanso quando o contrário for verdadeiro...
O contrário é verdadeiro digo-to hoje, 8. Janeiro. 2017

VERDADEIRO.

indireta


sei que estás apaixonada por mim
não mintas 

eu sei
eu dou-te tesão

não mintas,
eu sei


Arquivo do blogue