sábado, julho 25, 2009

is my life

Qu'est ce que tu deviens de bon ?
J'ai mis mon homme en première position mais ch'est toujours
toi ma meilleure amie ma chérie ;)


Foto Ambrotype Gallery

sexta-feira, julho 24, 2009

Un Cheval de Race



Elle est bien laide. Elle est délicieuse pourtant!

Le Temps et l'Amour l'ont marquée de leurs griffes et lui ont cruellement enseigné ce que chaque minute et chaque baiser emportent de jeunesse et de fraîcheur.

Elle est vraiment laide; elle est fourmi, araignée, si vous voulez, squelette même; mais aussi elle est breuvage, magistère, sorcellerie! en somme, elle est exquise.

Le Temps n'a pu rompre l'harmonie pétillante de sa démarche ni l'élégance indestructible de son armature. L'Amour n'a pas altéré la suavité de son haleine d'enfant; et le Temps n'a rien arraché de son abondante crinière d'où s'exhale en fauves parfums toute la vitalité endiablée du Midi français: Nîmes, Aix, Arles, Avignon, Narbonne, Toulouse, villes bénies du soleil, amoureuses et charmantes!

Le Temps et l'Amour l'ont vainement mordue à belles dents; ils n'ont rien diminué du charme vague, mais éternel, de sa poitrine garçonnière.

Usée peut-être, mais non fatiguée, et toujours héroïque, elle fait penser à ces chevaux de grande race que l'oeil du véritable amateur reconnaît, même attelés à un carrosse de louage ou à un lourd chariot.

Et puis elle est si douce et si fervente! Elle aime comme on aime en automne; on dirait que les approches de l'hiver allument dans son coeur un feu nouveau, et la servilité de sa tendresse n'a jamais rien de fatigant.

Charles Baudelaire

foto thedaglab
foto thedaglab

quinta-feira, julho 09, 2009

paixão


foto andreas heumann
paixão não tem pontos, vírgulas, parágrafos, mauisculas ou minúsculas. é corrida sem correr, meta sem um fim.
diz-se num fôlego, faz-se em carga hipnótica.
caixa que se abre ao sabor de corpos rendidos à descoberta de uma cavalgada de sentidos e desejos.
no desassosego de linhas cruzadas, de marcas deixadas no corpo, escondidas.
apetite sem identificação.
qualquer coisa que se procura feito animal, que nos agarra, nos devora e nos sacia na satisfação do desejo feito em amor.
carne, cuja dor não se aguenta e sem se despedir, se despede.
paixão. dormir e quando acordar existires em qualquer outro sítio, mas não em mim. já não aguento a dor de te saber paixão.


PAIXÃO

serpente que pelo meu corpo avança
frémito de onda feito em círculos de música
ardente gelo que queima faísca fogo
desejo que se escreve na tua pele macia
cântico de gestos improvisados sem acerto

PAIXÃO
a incerteza do caminho no calor do teu corpo
apiadeiro onde se canta a arritmia de um adeus.
bebo nesta paixão desenfreada a loucura nua
de te saber em nome, em corpo, em voz.
Gosto de te encontrar proíbida de desejos.
GOSTO.


foto mork hartman

fire walk with me

FIRE Walk with ME
foto encontrada na net

terça-feira, julho 07, 2009



Promessa.
És este. O tal. Aquele. O homem.
Era uma vez.
Estás de rastos.
Arrependido.
Doente de sentir que já não és.
Promessa.
Engano.
Feitiço.
És este. Pedes que compreenda.
Paciência.
Não tenho provas.
Escreve.
Não tens lápis, nem papel?
Não tens palavras, calas-te.
Escreve.
Não tens computador, email?
Paciência.
Dar-te-ei como culpado.
Morreste-me.

foto Mona Kuhn


promessa atravessa a alma dorme e acorda
a mão estendida aguarda que o vazio seja destruído
a resposta tarda a chegar, canto vazio
a minha alma solta-se num suspiro e o sol geme
visto-me para cantar o amor e assim reapareces
a mão estende-se. o teu nome solta-se.
era uma vez está diante de vós. ele.
quando escrevo tenho dois sexos. sou. tu. ele.
era uma vez ela. veste-se de amor. eu.
seu nome junta as folhas uma a uma. saberás.
quem és tu, quem és tu sou tu. ele. ela.
poema feito sem rumo. reapareces. suspiro atónito.

foto mona kuhn

foste com o poder de uma criança e adeus de sorriso


os silêncios contidos na voz das tuas palavras
as lágrimas que caem sem que lhes tomes o gosto
olhar meigo, tristeza escondida em riso amargo.
e no entanto, era a tua juventude antes de ter sido, um dia.
foste com o poder de uma criança e adeus de sorriso.
aproxima-se o passo definitivo, a doce promessa, lembras?

foto mona kuhn

domingo, julho 05, 2009




Blog Dourado

Distinção atribuída ao Pleasuredome, por Su, do blog "Xanax", a quem agradeço este requintado selo.
.
A mensagem deste "selo":
A cor azul representa paz, profundidade e imensidão.
A cor dourada a sabedoria, riqueza e clareza de ideias.
O prémio em si representa a união entre os “ bloguistas “.

E como não podia deixar de ser tem as suas regras:
Colocar o prémio em situação visível ou linká-lo.
Anunciar através de um link o blog que o premiou e premiar até outros 15 blogs.
Avisar os premiados.

Pelo trabalho desenvolvido e partilhado nos seus "cantinhos", os nomeados são:

não passo, perdão. não tenho tempo :)

Arquivo do blogue