sexta-feira, dezembro 26, 2008


Romeo
whatever...
underneath the
grove of sycamore

so early walking
did i see your son

many a morning
hath he there been seen

with tears
augmenting

the fresh
morning dew


william shakespeare

foto erwin olaf

segunda-feira, dezembro 08, 2008

foto Margarida Delgado


os teus lábios parados eram a noite, o abismo
e o silêncio das ondas paradas de encontro às
rochas, o teu rosto dentro das minha mãos.
os meus dedos sobre os teus lábios e a ternura,
como o horizonte, debaixo dos meus dedos.
os meus lábios a aproximarem-se dos teus lábios,
os teus olhos entreabertos, os teus olhos e os
teus lábios a aproximarem-se dos meus lábios
a aproximarem-se dos teus lábios a aproximarem-se
dos meus lábios, teus lábios.

José Luís Peixoto


quarta-feira, dezembro 03, 2008

pássaro anjo mulher metáfora em céu aberto
luz de um só ser contigo o fim provável improvável 
palavras fortes desejos ocultos
carne sonho rede de fogo vermelho
papel roído, pensamento tórrido. suave. 
estou  em ti 
mas que sei eu?

foto  Olivier Valsecchi 



escondes um segredo, terrível segredo,
falas de Amor como quem foge fugindo.
Os corpo nus como deuses em terra esculpidos
danças ao som de flautas, envolta em brancos mantos.
rodeiam-te as sombras de um qualquer amante. orgasmos.

Orgarmos desenhados em sonhos de amante a quem chamas, chamando.
nome que não te cabe na boca, desejo que te alimenta o corpo. Fogo.
Viagem na verdade a que chamas ilusória. Rodeiam-te. Cercam-te.
és a mulher feita à semelhança dos que te vêem. não és tu. Tu.

Descobres num cálido Novembro a verdade sobre o Outro. Eu.
ele mesmo ele, o que esperas, o que apontas, a alma. O.
Tu comigo e eu contigo. O encontro. O redigir título.
de novo uma bela criação de um homem e uma mulher.
Juntos, tu comigo, eu contigo. Ele. Ela. Tu. Eu.

Foto katarzyna widmanska

terça-feira, dezembro 02, 2008

empalidece-me de beijos
veste-me de desejos
à boca da noite viaja
neste fogo devaneio...


foto gabrielle rigon

segunda-feira, dezembro 01, 2008


...informações que antes de chegarem à tua mente, chegam primeiro à minha.
eles estão aí, não vieram para te fazer mal,vieram para te darem o conhecimento.

visões. presenças que sentes a teu lado. a tua mente a trabalhar a 3oo à hora.
a descodificação. és uma máquina que compreende e assimila.

tens de dar-lhes as tuas emoções, o amor, o ódio. eles não sabem o que isso é.
vieram para ficar. nunca te farão mal.
serás uma pessoa melhor.

sabes coisas que irão acontecer.
sabes quem te trai.
escutas.
prevês.
lês mentes.
amas alguém, eu sei.
sei quem é.
sou eu. tu amas-me.
e eu amo-te.


eles assimilam, descodificam e deitam fora o que não presta. no fim terás o dom...
eu tenho o Dom.

foto jeremy webb


ouve. as histórias que lês desde o princípio , já te contei. enigma .
no princípio, era o verbo. vê as histórias que te contei aqui
tornarem-se realidade . eu já sou um deles. lá atrás. pensa.

para a frente, já as contei lá atrás. são-te familiares. vê. lê. para a frente.

eu sou o enigmalê o verbo aquijá do princípio
novelas aconteceram
acontecem
. não param
de acontecer....

Coincidências. Acasos. Enigma.

Nota 0
Nota 20


descodifica

surpresa ainda.
Bruxa. Bruxo.
Noutros tempos, fogueira.
Verdade.

Hoje: o "conhecimento".
não tenhas medo. não te faço mal.

foto miguel angel barron
hoje não sei cantar-te em versos
só te sei dizer em mãos....

foto poivre

the reason is you...


the reason is you...
compreende e assimila.
não te assustes se algo te é
estranho. a partilha.
percepções desconhecidas.
tu vais ser codificado,
adoptado. tu não os reconheces,
a tua mente não os registou.

nós somosos escolhidos.vais pertencer a um mundo melhor
escuta. . sente. não te Assustes.

foto jeremy webb

Arquivo do blogue