segunda-feira, fevereiro 18, 2008


balbucio um canto inaudível...por vezes
ao amanhecer ainda penso em ti...avisto o rio
que se aproxima da porta e corre rente ao sono
lava os cabelos turvos do ciúme...desperta
a confusão silenciosa do amor...

Al Berto

foto francis willey

Arquivo do blogue