quinta-feira, novembro 29, 2007

claudia rogge - je suis comme je suis


i hate normal people, i hate to be a normal human being.

foto claudia rogge

a revolução do cravos


esta é outra vez a revolução dos cravos
essa coisa existiu, a revolução?
devemos admitir que sim, apesar de que...
eu não dei por nada. não houve muitas diferenças.era puto.
as pessoa, em geral, começaram a ter mais liberdade..
liberdade sexual, dormiam mais uns com os outros.
exactamente. deixaram de ter só um par, tás a ver?
antes da revolução casavam-se e era até ao fim da vida.
ai coitadinhos! ficarem-se só por um ou uma...
aflitivo mesmo. nessa altura criaram-se os sindicatos.
pois foi. dormiam todos uns com os outros
não interessava a que partido pertenciam. hoje já não é assim
pois não. a esquerda não dorme com a direita. e as classes sociais?
nessa altura não havia classes, era tudo ao molhe e fé em deus.
mas e o mrpp e o pc e a penpro por pof ou prof e essa coisa toda
népia. dormiam todos uns com os outros, na maior rebaldaria...
epá esses é que eram bons tempos. nós somos uns choninhas.
pois somos. andavam todos nus, em grupios...
eu até ouvi dizer que ninguém criticava ninguém
era tudo à balda posso garantir, tenho filmes da época
acho que era bom haver outra revolução. isto está...
uma seca. não se entende estes putos casarem-se aos 20 anos
aos trinta divorciam-se e arranjam outros. é sabido.
experimentarem só um ou uma, sem termo de comparação?
só pode dar merda. chegam à altura de abrirem os olhos
e zás!!!vêem finalmente que estavam ceguinhos/as de todo
infelizes, desgraçados. não é o meu caso, claro. eu sou bom
não é para me gabar, mas eu também. mas naquele tempo...
dormiam todos uns com os outros, posso garantir-te.
eu já vou no terceiro casamento, não é para me gabar mas...
nunca tive razão de queixa. funciono perfeitamente mas...
era bom que houvesse uma revolução
pois era. eles dormiam mesmo uns com os outros?
tudo ao molhe e fé em deus....mesmo assim!!!!eles
e elas. les uns et les autres. eles e elas...

foto claudia rogge

nunca irão adivinhar quem escreveu isto.
dou um doce a quem acertar. o 1ºleva prémio
escrito a quatro mãos. fosga-se! esse não...

quarta-feira, novembro 28, 2007

a minha alma escreve-se em ti


a minha alma escreve-se em ti
é braços pernas veias e sangue
abraços risos e lágrimas. loucura.
desejo morte. a minha alma escreve-se.
é beijos, fogo, vermelho, verde, amarelo.
gritos. lágrimas, risos, corpos, mãos.
pernas e braços, dança e fogo. loucura.
a minha alma escreve-se em ti
é medo saudade vingança e morte
amor, saudade, desejo e morte. loucura.
a minh'alma escreve-se com sangue.
é veias, coração e fogo. beijos.
verde amarelo vermelho dança mel amor.


foto andreas heumann

terça-feira, novembro 27, 2007

land of no words - no teu silêncio

onde se riem os anjos
onde o amor se escreve
mais mortal que as palavras
são os olhos que escondes
no teu silêncio...


foto marriam
photosight.ru

quarta-feira, novembro 21, 2007



más influências...

foto james houston

A Máscara


era uma vez uma mulher que se apaixonou por um homem.
era capaz de dar a minha vida por ele, pensando melhor,
em troca de um ano a viver com ele, dar-lhe-ia um segredo,

um pensamento.

e ele? ele daria a vida por ela. mas foi
covarde, nunca teve coragem de lhe dizer
.
e assim ela sem saber. partiu. ele continua sem coragem.
é um covarde, um merdas. ele sou eu. o maior traidor,
o maior sacana. aquele que lhe dizia quando ela acordava.
tenho de ir. pensando. fica.
aquele que nunca se desfez da Máscara

foto guy lebaube
via: young gallery

sexta-feira, novembro 16, 2007

Em cada homem há uma criança a rir,
Um adulto a pensar
E um ente estranho a chorar por ele.
Ao contrário,
Eu
Sinto o adulto a rir,
A criança em lágrimas
E um não sei quem a pensar por mim.

Eis o Meu Drama!


foto retro atelier

quinta-feira, novembro 15, 2007

diário da minha paixão - memories...

memories ...

in touch with the ground
i'm hunting on
i'm after you
smell like i sound
i'm lost in a crowd
and i' m hungry
like the wolf...

foto james houston

o turbilhão dos sentidos...

foto james houston


procura com fervor abrir os olhos à luz que vem do Olimpo.
o teu esforço é vão. abrem-se a pouco e pouco as portas.
a vida universal. desprezarás todo o desejo fútil.
o importante é nunca esquecer através dos corredores da luz
que nos vestimos daquilo que fomos. a luta de movimentos
que nos levaram a ser o que somos a ser o que éramos.
aquilo que apontamos está em nós. um reflexo de nós és tu
nunca te poderíamos acusar se tu não estivesses em nós.
o que se não conhece não se consegue ver. assim quando acusas
estás a rever-te em mim. eu não sou eu. quando acusas não sou.
és tu. és tu que vives dentro de ti, o outro espelho de ti...


foto james houston

quarta-feira, novembro 14, 2007


Invisible connection is stronger than visible.
To arrive at the basic structure of things
we must go into their darkness.

Heraclitus

foto tommy edwards

terça-feira, novembro 13, 2007


the time is right for me to take you
no more lies no more dirty alibi's
i'm not the hypocrite like the others are
you may hear angels 'cause we're together
the time is right for me to take you...

foto samantha wolov

God I am waiting for you so long now
Want you to fuck me so badly with passion
That passion you felt formerly so much

I can`t get this changing in you these days
I try to but it is so hard to me you know
There is a longing in me I cant ignore

That longing wants to touch you
Making you feel so much wanted
Wanted by me, my body and soul

Why can`t you fuck me why can`t you do
To feel you in me I love more than my life
All could be so great for us both if you could do

Yes I know you are not in the mood
I can sense it will take it`s time
But I`m human and I need it so badly

Can`t wait any longer to hear you
Oh god what happened to us
I need it can`t think the right things

When will it end and we can already do
Fucking me crazy and making me cum
How long can I stand this not fucking you?

OH MY DEAR I SHOULD GO AND
SAY A PRAYER TO FIND ANY
STRENGTH TO GET OVER THIS

foto samantha wolov

"And when I shall die, take him and cut him up in little stars, and he will make the face of heaven so fine that all the world will fall in love with night and pay no worship to the garish sun."

"Did my heart love 'til now? Forswear its sight. For I never saw true beauty 'til this night."

" O, swear not by the moon, the inconstant moon, who monthly changes in her circled orb, lest that thy love prove likewise variable."

" I am Fortune's fool!"

Shakespeare, Romeo & Juliet




foto samantha wolov

Arquivo do blogue